terça-feira, agosto 27, 2013

Vá até o fim, nunca desista!

Postado por Ser ou Não Ser às terça-feira, agosto 27, 2013 1 comentários
As vezes a gente quer tanto que algo dê certo, tenta suprir tudo para que não tenha a possibilidade de dar errado, e quando tudo está começando a dar certo, está na perfeita harmonia vem a vida e te dá um empurrão, um teste surpresa, e quando você não estuda, quando não está preparado você acaba vacilando, um vacilo que em outra ocasião seria pequeno e bobo, mas nesta, vira uma tempestade e você se vê na beira do precipício...sabe quando você faz uma decisão errada e põe a prova todo o resto? Você se vê então numa corda bamba, a corda é a sua vida, é a parte dela que está em provação e você tenta se equilibrar, e então pisa em falso, vê o precipício te engolir mas consegue se equilibrar novamente aos poucos, percebe então que a corda já está balançando muito pois é o seu segundo piso em falso no anterior, você chegou a cair mas noo ultimo segundo conseguiu se segurar, então subiu e voltou a se equilibrar, estava indo bem, até deslizar, algo bobo mas quase pôs em risco tudo, e então percebe que ela está balançando muito e que pode acontecer que se houver mais um deslize você não consiga se segurar ou se equilibrar novamente e pode cair, cair no precipício e sabe-se lá quando conseguirá voltar ao início da corda, isso se voltar. Então você se vê com tanto medo, pensa que talvez seja melhor desistir, afinal é muito arriscado e pode acabar arrebentando a corda, isso é algo que não queremos, mas ao mesmo tempo você não consegue desistir, você acredita nisso, acredita que será mais feliz no fim dessa corda, o fim que virará um novo começo e se voltar deixará para traz toda a garra e os esforços que fez para estar onde está. Sendo que já foi tão feliz ali, mas minha mãe sempre me diz, se começou algo, vá até o fim, nunca desista! E é isso que farei.

Mas não é nada de mais.

Postado por Ser ou Não Ser às terça-feira, agosto 27, 2013 0 comentários
É medo sabe, por mais que tenha sido algo bobo, as vezes coisas bobas podem ser a causa de grandes decisões, e tenho medo por isso, mas não consigo guardar pra mim, que ódio as vezes eu tenho de mim de ter a necessidade de ser tão sincera com você as vezes, que raiva eu tenho de não conseguir guardar nada para mim e ter que sempre contar tudo à você para que assim eu me sinta bem, você não é assim, então porque eu tenho que ser? Tá, você está começando a ser, mas eu não queria me sentir mal por não te contar coisas bobas que talvez você não vá gostar de saber por ciúmes, mas que eu sinto a necessidade de contar e eu sei que você por mais que não vá gostar, não gosta ainda mais quando não te conto, mas daí vamos brigar, eu vou me sentir mal, e depois vai passar...eu espero, afinal, não foi nada de mais, é que sou eu mais uma vez com a minha infeliz mania de ser sempre simpática e prestativa, que as vezes me deixa toda enrolada em situações que não crio por mal, um gesto "bom" mesmo sabendo que você não iria gostar, mas o que eu poderia fazer? Iria ser totalmente "chato" se eu recusasse ajudar alguém, eu me sentiria mal, e agora me sinto mal não por ter ajudado, mas por não ter te contado...ai que vida, porque tenho que ser tão indecisa e complicada? Você age com tanto ciúmes que me passou esse ciúmes e me faz sentir mal por coisas e com "medo" de te contar e você ficar bravo/chateado comigo, ninguém me disse que seria tão complicado assim, ainda mais com esse meu jeito totalmente estranho de ser. Acho que nunca irá me entender, apesar que eu também não tiro sua razão porque agora eu, de tanto você me cobrar, aprendi a cobrar também, por isso entendo você, mas ao mesmo tempo me entendo também, e com isso fico sem sair do lugar, será que alguém consegue me entender? Medo de contar e te deixar bravo, e necessidade de contar e tirar isso da minha cabeça. Ô vida, porque tão complicada? Porque me faz ser tão indecisa, sincera e estranha?Mas nós já sabemos o fim, eu suporto tudo, menos a minha consciência pesada, já sabemos que irei lhe contar, então que seja logo para não dificultar mais as coisas, mas espera, não é nada demais, se explicado, não é nada de tão grave afinal, mas que talvez por algo bobo possa ter se tornado. Ai vida, são tantas coisas que acontecem na minha vida, que um dia ainda acho que me deixará louca.

quarta-feira, agosto 07, 2013

Faça Você Mesma: Nail art com fitinhas

Postado por Ser ou Não Ser às quarta-feira, agosto 07, 2013 3 comentários
Oii meninaas, eu estava lendo alguns blogs e achei uma dica fácil para decorar as suas unhas com fitinhas, ficam lindas após terminadas, e o melhor, parecem ser super fáceis de fazer, então decidi mostrar para vocês tb, eu ainda não fiz, mas irei fazer esse fds. *-*

 Pinte as unhas com a cor desejada que fiquem as tirinhas, uma de cada cor igual a da foto fica linda e diferente eu adorei.

 Após secar bem, cole as fitinhas da maneira desejada, aperte bem elas principalmente nos cantos.

 Passe o esmalte que deseja que fique por cima, tente não borrar muito nos cantos.

 Retire as fitinhas com o esmalte ainda molhado, com muito cuidado pra não escorregar.

 Limpe os cantos, espere secar, passe um extra brilho e pronto, está linda e bela. Legal né?

 Ai no blog tb achei essas fotos com modelos para se inspirar, um luxo cada uma dessas unhas, eu simplesmente amei de verdade mesmo!

Por hoje é isso, boa sorte para quem for tentar, beijoos :**


segunda-feira, agosto 05, 2013

Resenha Filme: Safe Haven ( Um Porto Seguro )

Postado por Ser ou Não Ser às segunda-feira, agosto 05, 2013 3 comentários
Nesses dias assisti à diversos filmes: Safe Haven (Um Porto Seguro), The Call (Chamada de Emergência), Os Penetras, MAMA, Hansel & Gretel : Witch Hunters (João e Maria: Caçadores de Bruxas), The Host ( A Hospedeira), Identity Thief (Um Ladra Sem Limites), Phanton, Silver Linings Playbook (O Lado Bom da Vida) entre outros rs, é muito filme né gente, praticamente todo dia eu baixo um para assistir, sou assumida uma viciada em filmes rs' e estou devendo muuitas resenhas para vocês, então hooje vim fazer a do filme que assisti no sábado: Save Haven.

Resenha:
Katie em uma tentativa de refazer a sua vida se muda para SouthPort, uma cidadezinha à beira mar, linda, pequena e tranquila, ideal para quem quer uma vida sossegada, chegando lá ela começa a tentar recomeçar a sua vida, conhece Alex um cara joven, que tem dois filhos pequenos, é viúvo, e começa a querer se aproximar de Katie, ela por sua vez assombrada pelo passado resiste a aproximação, até que influenciada pela sua mais nova amiga Jo acaba dando uma chance não apenas para esse rapaz mas para si mesma também, só que quando tudo parece estar finalmente se acertando o passado que ela tanto quis esquecer volta para persegui-la.

Crítica: 
Filme ótimo, adorei e recomendo!

Moral:
Por mais difícil que seja, a melhor saída é sempre enfrentarmos aquilo que não nos faz bem, para que assim possamos ser finalmente viver em paz.

Sinopse:
Quando uma misteriosa mulher chamada Katie (Julianne Hough) se muda para a pequena cidade de SouthPort, Carolina do Sul, seus novos vizinhos começam a levantar questões sobre seu passado. Bela e discreta, ela evita qualquer tipo de laço pessoal com os outros habitantes da região até que conhece o charmoso Alex (Josh Duhamel), um homem gentil, viúvo e pai de dois filhos, e a sincera Jo (Cobie Smulders), que se torna sua amiga. Katie começa a se interessar por Alex e se sente cada vez mais afeiçoada a ele e a sua família. Ela acaba se apaixonando, mas um segredo de seu passado a impede de ser plenamente feliz.

Trailer:

sexta-feira, agosto 02, 2013

Odeio quando tenho que lhe dizer "adeus"

Postado por Ser ou Não Ser às sexta-feira, agosto 02, 2013 2 comentários

Odeio quando mais um fim de semana acaba e eu tenho que lhe dizer "adeus", odeio ainda mais quando vai embora e deixa esse sentimento de vazio aqui dentro, no mesmo instante em que lhe vejo se afastando vejo chegando a saudade, com uma rapidez que só ela tem, mas você parece não se importar, porque continua indo, fechado naquele ônibus de viagem, será que o motorista não percebe que ele está levando embora o meu amor? Será que ele tem noção de que o meu coração está ali dentro, viajando com ele? Então quando a saudade já chegou eu vejo o ônibus saindo do meu campo de visão, só vejo a luz do sol e pessoas que não conheço ao meu redor na rodoviária, então  me vou também, mas a saudade insiste em me seguir. Quando chego em casa é pior ainda, consigo ver claramente que não me sobrou nada a não ser fotos, o seu cheiro na minha blusa e a solidão... tento me entreter e esquecer da saudade, mas quando o sono chega, eu vejo que o quarto está tão vazio...cadê a sua bagunça que eu brigo tanto para você arrumar? Saudades dela agora, vejo sua roupa e me pego fechando os olhos e cheirando-a profundamente para ter aquela sensação de coração cheio, voltando ao momento em que você estava aqui e eu o abraçava forte me embriagando no seu perfume, abro os olhos e o vazio no coração bate forte me lembrando que você não está mais aqui, então apago a luz querendo dormir logo mas você invade os meus pensamentos, tudo vem à cabeça agora, frases ditas e não ditas, minhocas e mais minhocas, a gente conversa sobre tudo, mas há coisas que acho desnecessárias falar, será que são? A gente conversa muito, mas as vezes não falamos nada, as vezes só a companhia se torna a melhor conversa do mundo, e as juras de amor? É necessário dizer mais e mais, até repetir as já ditas? Quando você está aqui quero largar tudo e ficar com você, mas quando se vai a dor vem, será que largo você para largar a dor? Não, isso só causaria mais dor! Então aos poucos penso e repenso em tudo que pensei e pensando bem se deveria repensar eu penso novamente, até que isso me cansa e eu caiu em um sono profundo, naquela cama sozinha, naquele quarto vazio, naquela casa fria.


quinta-feira, agosto 01, 2013

Bolo Salgado de Frango

Postado por Ser ou Não Ser às quinta-feira, agosto 01, 2013 0 comentários
   Oii hoje no "Fazendo as Pazes com a Cozinha" veenho com uma receitinha deliciosa que pra quem gosta, eu fiz esse bolo aqui em casa para o meu namorado e todoos amaram e já pediram para eu fazer novamente no aniversário da minha mãe *--*, mas dica: faça com tempo de sobra, porque pelo menos na primeira vez demora pra fazer viiu! Enfim, vamos a receita :

Ingredientes :
02 Pacotes de pão de forma;
02 Peitos de frango;
01 tomate picado;
01 Cebola grande;
01 dente de alho;
01 tablete de caldo de galinha;
Sal;
Azeite;
02 Creme de Leite;
01 Cenoura ralada;
01 Lata de milho;
Azeitonas picadas;
01 Pote de maionese;
Batata Palha;
Batatas para o purê
Margarina
Farinha de Trigo
Leite

Obs: Com 2 peitos de frango no meu caso deu e sobrou.

Modo de Preparo:

Recheio:
   Cozinhe os peitos de frango com água, sal e o caldo de galinha na panela de pressão por 30 minutos.
   Escorra a água e o desfie.
   Em uma panela refogue no azeite a cebola, o alho, o tomate, acrescente o frango e mexa bem, desligue o fogo após isso.
   Corrija o sal.

Creme de milho:
   Bata o milho com 01 copo de leite no liquidificador.
   Ponha numa panela, um pouco de oléo e sal, acrescente o milho batido, 01 colher de margarina e coloque 01 colher farinha de trigo num copo com um pouco de leite para dilui-la e após isso despeje na panela, mexa até formar um creme.

Purê de batatas:
   Cozinhe as batatas até ficarem molinhas.
   Escorra a água, descasque as batatas ainda quentes, mas de forma que não lhe machuque e as esprema num espremedor.
  Coloque-as numa panela junto com sal e margarina, mexa bem até que a margarina derreta.
  Coloque um pouco de leite até atingir uma consistência cremosa mas não muito dura nem muito mole.

Para molhar o pão:
   (Eu faço isso para por no pão em cada camada, para deixa-lo mais molhadinho.)
   Misture a maionese com creme de leite e leite.

Montagem:
   Retire a casca do pão de fôrma e as reserve.
   Pegue uma fôrma, vire a sua base para cima e forre-a com alumínio ou um refratário.
   Coloque a primeira camada de pão de fôrma bem apertadinho, passe um pouco do creme pra molhar o pão, coloque o creme de milho por cima, coloque a cenoura ralada e um pouco das azeitonas.
   Coloque a segunda camada de pão, passe o creme para molhar o pão e coloque o recheio de frango.
   Coloque a terceira camada de pão e passe o purê de batata em volta e em cima do bolo, decore com batata palha, tomates e azeitonas.

Resultado Final:




   Boom é isso gente, e podem fazer tranquilos porque fica muito boom mesmo!! *-*
   Beijiinhoos :**

domingo, julho 28, 2013

Você Sabia? Dolce & Gabbana fecharam as portas em protesto!

Postado por Ser ou Não Ser às domingo, julho 28, 2013 2 comentários
   Booa noite gente, para inaugurar a Tag "Você Sabia?" venho com uma notícia que deixará os adoradores do Dolce & Gabbana que ainda não sabem da notícia bobos!


   A dupla Dominique Dolce e Stefano Gabbana fecharam as portas das suas nove lojas em Milão por três dias, em protesto contra a acusação de sonegação de impostos, a dupla decidiu colar cartazes escritos :"Fechados por indignação", pois segundo fontes, eles estão se sentindo ridicularizados pela acusação e condenação. 


"“Nós não estamos mais dispostos a sofrer injustamente as acusações da polícia e da autoridade financeira, os ataques dos ministros e da mídia aos quais estamos sujeitos há anos”, disseram os designers em um comunicado, numa referência clara aos comentários feitos pelo conselheiro Franco D'Alfonso."

   Eles foram julgados como culpados em Junho deste ano e desde então estão recorrendo, caso seja comprovado que sonegaram, terão que cumprir pena de 20 meses de prisão cada um, além de fecharem as portas definitivamente pois segundo o Telegraph, eles não terão dinheiro para sustentar a marca após pagar a quantia da multa de R$ 1,4 bilhões
   Mas apesar de tudo eles estão confiantes de que conseguirão provar que são inocentes.

"”Não estamos nervosos, pois sabemos que somos inocentes, e acreditamos na justiça italiana”, explicou Gabbana ao Bloomberg".

[Elle] [Modismo]

   Toomara que eles provem as suas inocências né gente (yn) Eu fiquei boba quando soube disso!

   Beijiinhoos :**
 

Tudo em um Copyright © 2012 Design by Amanda Inácio Vinte e poucos